Justiça obriga mulher a mandar nudes para o ex-marido: ‘estou indignada’

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Lindsay Marsh está numa situação complicada. Ela foi condenada pela Justiça dos EUA a fornecer fotos íntimas ao ex-marido. São mensagens com fotos que ela mandou para Christopher Marsh no começo do casamento. Lindsay está revoltada com a decisão.

“Você não sabe como se virar porque não conhece a lei. Estão me forçando a distribuir pornografia. O advogado do meu ex e o juiz acham essa decisão ok”, declarou. Christopher, por sua vez, acha a decisão correta e afirma que não se importa com as fotos, o que ele quer guardar são as mensagens. “Eram notas escritas em uma época em que Lindsay queria falar aquelas palavras. Eram momentos e amor”, relatou.

A decisão saiu em julho, mas ela ainda não mandou nada. Porque a coisa ficou pior. As fotos vão ser direcionadas a Chistopher, mas só depois que elas foram encaminhadas para o fotógrafo – um amigo do ex-marido – que as realizou para que ele censure as imagens, porém, mantenha as mensagens.

O autor se recusou a realizar esse trabalho e o juiz sugeriu que outro profissional realizasse a tarefa, o que deixou Lindsay ainda mais indignada com a situação. “Ordenou que eu entregue minhas fotos nuas a terceiros que não conheço e sem meu conscientismo”, declarou. Diante da repercussão do caso, o fotógrafo original concordou realizar o serviço e fez as alterações, colocando uma faixa preta sobre o corpo da mulher e deixando apenas as mensagens a mostra.

Leia Também