Justiça decreta prisão preventiva de suspeito pelo desaparecimento de jornalista e indigenista

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Na noite desta quinta-feira (9), por volta das 22h, a Justiça do Amazonas decretou a prisão preventiva de Amarildo da Costa de Oliveira, conhecido como “Pelado”, por envolvimento no desaparecimento do jornalista Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira. Eles não foram mais vistos deste o último domingo, quando saíram para entrevistar índiginas na região do Vale do Javari, no Amazonas.

Nesta quarta-feira, peritos encontraram vestígios de sangue na canoa usada por `Pelado´e uma testemunha afirmou ter visto o suspeito seguindo os desaparecidos pelo rio. O material foi encaminhado para exames em Manaus.

“Pelado” foi preso em flagrante desde terça-feira (7), pela Polícia Militar com munições de uso restrito. A decisão é da juíza Jacinta dos Santos, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM).

Leia Também