Incêndio no Adolpho Lisboa: após morte de gerente da loteria, três ainda estão em estado grave

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A direção do hospital 28 de Agosto confirmou nesta segunda-feira (22) que três pacientes vítimas do incêndio no mercado Adolpho Lisboa seguem internadas em estado grave. A morte de Carlos Henrique Pontes, de 50 anos, ocorrida neste domingo, faz com que o venezuelano preso pelo crime passa a responder por três tentativas de homicídio e um homicídio.

Os outros internados são o próprio Luis Sizo, de 60 anos, incendiário que foi agredido pela população, além de Henison Diego, de 33 anos, Andrielem Mota, de 33 amos, que são primos e vieram de Maués para Manaus. Outro internado não teve a identidade revelada pela família, mas também está em estado grave. Esses três vítimas de queimaduras.

As demais vítimas do incêndio seguem internadas na unidade, recebendo acompanhamento da equipe multidisciplinar”, afirma a nota do hospital.

Leia Também