Hospital da PM fica com a TV ligada e acaba transmitindo filme erótico em sala de espera

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

PARANÁ | Fotos de cenas de um filme erótico tiradas do televisor que fica na sala de espera do Hospital da Polícia Militar do Paraná, em Curitiba, viralizaram esta semana.

Nas imagens, os atores aparecem sem roupas e, em uma delas, é possível ver as partes íntimas de um deles.

Uma das fotos indica que a TV estava sintonizada na emissora Band, durante o Cinê Privê, uma sessão de filmes eróticos do gênero softcore, destinado a telespectadores maiores de 18 anos. Ela costuma ser exibida nas madrugadas de sábado para domingo.

A Polícia Militar do Paraná (PMPR) tomou conhecimento e emitiu uma nota oficial sobre o caso, por meio da assessoria de imprensa. No texto, a corporação admite que as fotos são da sala de espera do Hospital da PM e que as imagens são autênticas. No entanto, negou que tenha sido um “ato voluntário”.

De acordo com a PM, o televisor ficou ligado durante todo o dia no canal aberto, o que se estendeu durante a madrugada, período no qual a sessão erótica de cinema é transmitida. A PM termina a nota informando que “foi dada a orientação para que, durante a madrugada, a televisão seja desligada”.

Leia nota da PM na íntegra

Em relação a imagem que circula sobre uma possível veiculação de conteúdo impróprio na sala de espera do plantão do Hospital Policial Militar, é preciso dizer que não se trata de um ato voluntário de qualquer pessoa.

O plantão não possui sequer ângulo de visão da televisão da sala de espera.

O que, de fato aconteceu, é que o televisor ficou ligado em um canal aberto de televisão durante todo o dia e noite, mas, durante a madrugada, esse mesmo canal veicula programas com este conteúdo.

De qualquer modo, foi dada a orientação para que, durante a madrugada, a televisão seja desligada.

Leia Também