Homossexual sofre estupro coletivo e é ‘tatuado’ à força com objetos cortantes

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Um jovem gay de 22 anos foi internado em estado grave no hospital após ser estuprado por três homens. O crime ocorreu em Florianópolis (SC), na segunda-feira (31), mas só foi divulgado pela polícia na última sexta-feira (04).

O caso corre em segredo de justiça e a maior parte dos detalhes não foi revelada. Informações preliminares divulgadas pela polícia apontam que a vítima foi abordada pelos criminosos no centro da cidade. Durante o estupro, os suspeitos utilizaram objetos cortantes inseridos em seu ânus.

Em um momento do ataque, a vítima foi obrigada a escrever palavras homofóbicas no corpo, como “veado”, com os objetos cortantes para que deixassem cicatrizes. Após o crime, ele foi abandonado na rua em estado grave e levado ao hospital, onde permanece internado em estado grave.

A suspeita principal é que a vítima tenha sido alvo de crime de ódio. Vale lembrar que no mês de junho é considerado o mês do orgulho LGBTQI+.

Leia Também