Homem que ateou fogo em lotérica e matou três pessoas recebe alta e é preso

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O incendiário Luis Domingo Siso, de 60 anos, passou mais de 20 dias internado e recebeu alta nesta quinta-feira (8), do Hospital e Pronto Socorro João Lúcio. Ele ateou fogo na casa lotérica do Mercado Adolpho Lisboa, no Centro de Manaus, no último dia 16 de agosto.

Assim que recebeu alta, a Polícia Civil cumpriu o mandado de prisão preventiva decretada, nesta manhã. Como três vítimas morreram, dois homens e uma mulher, o venezuelano deve responder por homicídio qualificado e homicídio tentado pela vítima que ainda está internada. Pelo incêndio, o crime será de dano qualificado.

Luis foi encaminhado ao 24º Distrito Integrado de Polícia (DIP) onde será interrogado. A polícia quer saber a motivação do crime.

O caso

O incêndio chegou a ser filmado por câmeras. Conforme as imagens, o homem coloca fogo na porta da lotérica, que fica nas dependências da lotérica.

Rapidamente o fogo se alastra e algumas pessoas que percebem o ocorrido vão atrás do venezuelano, que é fortemente agredido por vários comerciantes da área.

As vítimas eram funcionárias da lotérica e não conseguiram sair a tempo. A maioria teve queimaduras de 2º e 3º grau.

Leia Também