Homem que ajudou no linchamento de ladrões de ‘Amarelinho’ é identificado e preso

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Ao reagir a um assalto e linchar assaltantes de um micro-ônibus em Manaus, mais conhecido como “Amarelinho”, um homem identificado como Marcelo Arevalo Lopes, de 24 anos, acabou identificado e preso por homicídio. A prisão ocorreu na manhã desta sexta-feira (16).

O crime ocorreu em julho deste ano, na rua São José, bairro Zumbi dos Palmares, na Zona Leste da capital. Os assaltantes mortos foram Josiel da Silva e Silva, de 20 anos, e Denilson Ijuma Gregório, de 23 anos, que foram pegos pela população revoltada e mortos na porrada.

As investigações, de acordo com a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), apontaram Marcelo como um dos autores do linchamento.

 

Ele foi o único identificado pela polícia, já que tem passagem por tráfico de drogas e violência doméstica, mas outras 10 pessoas também participaram. Um vídeo do linchamento circulou nas redes sociais e foi possível a identificação do homem.

 

A delegada Deborah Barreiros, adjunta da DEHS, ressalta que apesar da revolta da população, o linchamento é crime. “As pessoas não podem de nenhuma maneira autorizar o linchamento, tendo alguém cometido crime ou não”, explicou ela, informando que os suspeitos podem ser apenas imobilizados até a chegada da polícia.

 

 

 

Leia Também