Guilherme de Pádua, assassino de Daniella Perez, morre aos 53 anos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O ex-ator Guilherme de Pádua, de 53 anos, assassino da atriz Daniella Perez, que cumpriu pena pelo assassinato da filha de Glória Perez, morreu neste domingo (6) vítima de um infarto. A informação foi divulgada pelo pastor Márcio Valadão, da Igreja Batista da Lagoinha.

Segundo o religioso, Pádua sofreu um infarto pouco antes das 22h. “Recebi o telefonema de uma irmã falando de um dos nossos pastores que acabou de falecer. Aquilo para mim foi um impacto muito grande, pois hoje, às 10h, eu estava dirigindo o culto, e ele estava no primeiro banco com a esposa, servindo ao Senhor, cantando, orando, louvando (…)”, disse.

O ex-ator, que virou pastor após cumprir sua pena, morreu em casa. Guilherme cometeu o crime em 1992, no decorrer das gravações, com a ajuda da ex-mulher, Paula Nogueira Thomaz, que também fazia parte do elenco da novela De Corpo e Alma, da Globo.

Guilherme fazia par romântico com Yasmin, vivida por Daniella, a filha da autora. No entanto, no decorrer das investigações, ele teria ficado insatisfeito com a diminuição de seu papel na novela e Paula tinha ciúmes penas cenas de Daniella com o ator.

Após armar uma emboscada para a atriz em um posto de combustíveis, o casal a levou para um matagal na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, e desferiu pelo menos 20 golpes de punhal. O crime ocorrido em 28 de dezembro de 1992 chocou todo o país.

 

Leia Também