Governo do Amazonas disponibiliza financiamento de até R$ 21 mil para empreendedores PCDs

Facebook
Twitter
WhatsApp

Para auxiliar na geração de renda e inclusão de Pessoas com Deficiência (PCD), o Governo do Amazonas disponibiliza a linha de financiamento “+ Crédito Inclusão”. Direcionada para PCDs autônomas ou seu responsável legal, a documentação e as condições de acesso podem ser consultadas no site da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam).

ADVERTISEMENT

O “+ Crédito Inclusão” é desenvolvido em parceria com a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc). O crédito auxilia no financiamento para aquisição de máquinas e equipamentos, manutenção, ampliação e modernização da atividade produtiva, e ainda a financiar as principais despesas/custos operacionais necessários para a implantação do negócio.

Os proponentes devem desenvolver atividades produtivas sem ter vínculo empregatício. A secretária titular da Sejusc, Jussara Pedrosa, pontua que a linha de crédito é uma determinação do Governo do Estado e visa melhorar a qualidade de vida não só do público PCD, mas dos familiares também.

“Com um crédito a mais a família tem maior estabilidade em casa, pode melhorar seu empreendimento e ter mais garantia de renda. Além de ajudar na maior autonomia das pessoas com deficiências com um incentivo para gerirem seus negócios e terem uma independência”, pontuou Jussara.

Marcos Castro, diretor-presidente da Afeam, reforça a importância da parceria para a população. “A integração entre as instituições do governo oferece à população maior acesso aos serviços públicos e no caso da Afeam, acesso às nossas linhas de crédito. O ‘+Crédito inclusão’ é uma linha de financiamento pensada, especialmente, para gerar oportunidade aos empreendedores e responsáveis legais do PCDs, que precisam gerar renda e melhorar a qualidade de vida de suas famílias”, reforçou o diretor.

Beneficiária

Uma das beneficiadas pela linha de crédito é Débura dos Santos, mãe de Júlio César, de 13 anos, que é tem Transtorno do Espectro Autista (TEA). Ela era gerente de uma farmácia e precisou deixar o emprego para cuidar dos filhos e com isso se aperfeiçoou na confeitaria.

Ao saber que poderia ter acesso ao financiamento, Débura realizou seu cadastro e expandiu seu empreendimento, iniciou a reforma da cozinha – seu local de trabalho – para melhorar a renda familiar.

“Conforme a demanda foi aumentando, eu idealizei uma cozinha maior e o Instituto Anjo, onde meu filho faz parte, a diretora fez uma reunião e contou que a Afeam, juntamente com a Sejusc, estava fazendo um financiamento para micro e pequenos empreendedores. Foi aí que eu vi uma oportunidade única de dar início a esse sonho, que era construir uma cozinha industrial”, frisou a empreendedora.

Como contratar o crédito

Os proponentes são atendidos pela Secretaria Executiva de Direitos da Pessoa com Deficiência (SePcD) da Sejusc, localizada na rua Salvador, nº 456, Adrianópolis ou pelo contato (92) 98484-2072. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.

Sem incidência de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), os microempreendedores, empresas de pequeno porte e autônomos podem fazer um empréstimo de R$ 2 mil a R$ 5 mil reais, sem avalista, e de até R$ 21 mil, com avalista. Os prazos de pagamento variam de 36 a 60 meses, com especificações de acordo com o tipo de cliente.

As informações documentais e de financiamento estão disponíveis no site da Afeam, www.afeam.am.gov.br.

Leia Também

plugins premium WordPress
Verified by MonsterInsights