FVS-RCP investiga quatro casos suspeitos de varíola dos macacos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Subiu para quatro o número de casos suspeitos de varíola dos macacos, segundo informou a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), neste domingo (31). São dois homens, com idade entre 30 e 45 anos, em investigação de Monkeypox, o nome científico.

Seegundo a FVS, eles não possuem registro de viagem recente ou contato com estrangeiros, mas passaram a ter os sintomas investigados. Ambos tiveram material coletado pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM).

Na última sexta-feira (29), outros dois homens, com idade entre 20 e 30 anos, com histórico de viagem recente a outros estados brasileiros já estavam em investigação. Os casos foram notificados nos dias 27 e 28 de julho deste ano. Um deles viajou para a Europa.

As investigações dos quatro  casos seguem a cargo do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde de Manaus (CIEVS-Manaus) da Secretaria Municipal de Saúde de Manaus. As amostras serão submetidas a exames realizados pelo Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia).

Por protocolo nacional, uma segunda amostra de cada um dos pacientes será encaminhada ao Lacen da Fundação Ezequiel Dias (Lacen/Funed), em Minas Gerais, também para diagnóstico.

Todos os pacientes encontram-se estáveis, recuperando-se em domicílio e em isolamento. A investigação domiciliar acerca dos casos suspeitos está sendo realizada pelo CIEVS Manaus.

Um caso

O Amazonas apresenta atualmente um caso confirmado para Monkeypox. O paciente encontra-se estável, recuperando-se em domicílio e em isolamento. O caso foi confirmado pelas autoridades em saúde estaduais na última quinta-feira (28).

Leia Também