Funerária é notificada após suposto sangue escorrer no meio de avenida

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

MINAS GERAIS | Uma funerária de João Monlevade, na região Central de Minas, foi notificada pela prefeitura após moradores encontrarem um líquido vermelho, semelhante a sangue, escorrendo do local. Vídeos que circulam pelas redes sociais mostram poças da substância na rua do Andrade, no bairro José Elói.

Representantes da Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, do Setor de Posturas da Prefeitura de João Monlevade e da Polícia Militar estiveram ontem (28) na funerária Real Pax para verificar a denúncia.

“A empresa alega que o material não é sangue humano e, sim, produto utilizado para conservação de corpos. No local, o Meio Ambiente recolheu material nos bueiros para análise”, explica a administração municipal. A funerária foi notificada e está proibida de realizar a atividade de conservação de corpos “até que as irregularidades sejam sanadas”.

Leia Também