Em Manaus, dez estabelecimentos descumprem decreto e são fechados

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Entre a noite da última sexta-feira (20) e a madrugada deste domingo (22), os agentes da Central Integrada de Fiscalização (CIF) fecharam dez estabelecimentos que descumpriam o decreto governamental com medidas de prevenção da Covid-19.

Ainda durante as fiscalizações, cinco foram autuados. Ao todo, 16 estabelecimentos foram vistoriados em todas as zonas de Manaus.

Na avenida Parintins, bairro Cachoeirinha, um bar foi autuado pelos fiscais da Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus) por promover aglomeração e por funcionar com pista de dança. E o Corpo de Bombeiros do Amazonas (CBMAM) notificou o estabelecimento por não apresentar equipamentos de proteção contra incêndio.

A delegada responsável pela CIF de sexta-feira, Deborah Souza, explicou que todos os seis estabelecimentos vistoriados na noite de sexta-feira não estavam cumprindo o decreto.

No centro, um bar e restaurante recebeu autuação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) por obstrução de fiscalização e, também, porque não havia os documentos obrigatórios.

Na zona Leste, um boteco foi autuado pela Semmas e no local havia grande aglomeração de pessoas. Os estabelecimentos Barola Society e Baixada Fluminense, tiveram suas atividades encerradas com a chegada da CIF.

Na noite de sábado, os estabelecimentos usados como casas de festas foram encerradas pela CIF. Na rua Manoel Belém, no bairro Cidade Nova, um bar clandestino foi autuado pela Visa Manaus por realizar evento em período de suspensão.

Leia Também