Filhos de Giovanna Ewbank e Gagliasso sofrem racismo e atriz reage: ‘Merece porrada’; vídeos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Um episódio revoltante foi presenciado pelo casal Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso com os filhos, Titi e Bless, em um restaurante em Costa da Caparica, em Portugal, neste sábado (30). Segundo a atriz, uma mulher branca e loira foi racista com as crianças ao chamá-los de “pretos imundos”. Um vídeo mostra Giovanna indignada e transtornada com o ocorrido. A mulher foi presa, mas liberada em seguida.

É possível ouvir Giovanna chamando a mulher de “racista nojenta”. A atriz também diz que ela é “Horrorosa, feia! Olha a sua cara! Eu tenho pena de você. Você merece um soco, você merece uma porrada na sua cara!”. Gagliasso aparece o tempo todo ao lado da esposa, com a cara fechada.

Logo após o vídeo viralizar, a assessoria de comunicação de Giovanna publicou nas redes uma nota confirmando que a atriz estava defendendo os filhos de um ataque racista. Os xingamentos racistas da mulher foram feitos não só para Titi e Bless, mas também para um grupo de angolanos que frequentava o local, cerca de 15 negros.

A criminosa deixou o restaurante escoltada pela polícia e presa. No entanto, veículos da imprensa portuguesa informaram que ela já foi liberada. Todo o ocorrido foi divulgado nos jornais locais. A atriz comemorou e gritava, a chamando de racista. Em seguida, o casal se pronunciou por meio de nota oficial.

Leia na íntegra:

“Comunicamos que os filhos do casal Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso foram vítimas de racismo no restaurante Clássico Beach Club, na Costa da Caparica, em Portugal, neste sábado, dia 30 de julho, onde a família passa férias.

Uma mulher branca, que passava na frente do restaurante, xingou, deliberadamente, não só Títi e Bless, mas também a uma família de turistas Angolanos que estavam no local – cerca de 15 pessoas negras. A criminosa pedia que eles saíssem do restaurante e voltassem para a África, entre outras absurdos proferidos às crianças, tais quais “pretos imundos”.

Confirmamos, conforme videos que já circulam no Brasil, que Giovanna reagiu e enfrentou a mulher, enquanto Bruno Gagliasso, seu marido, chamou a polícia. A mulher foi levada escoltada e presa. Informamos ainda que Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank prestarão queixa contra a racista formalmente na delegacia portuguesa.

A Trigo Casa de Comunicação lamenta as agressões sofridas por Títi, Bless e os turistas angolanos e apoia integralmente as ações tomadas por Giovanna e Bruno. Racismo é crime”.

Além de Titi e Bless, o Giovanna e Bruno também são pais de Zyan, de 01 ano. 

Leia Também