Suspeito de matar namorada e depois dormir ao lado do corpo é preso no Aleixo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Segundo a polícia, após atirar na cabeça da jovem, o suspeito deitou ao lado do corpo e dormiu tranquilamente.

Alexandre Evangelista da Silva, de 22 anos, foi preso apontado autor do assassinato da jovem Monalliza de Souza Pinto, que tinha apenas 17 anos de idade. A jovem era namorada do suspeito e foi morta com um tiro na cabeça enquanto fazia as unhas, no dia 30 de outubro deste ano, no bairro Novo Aleixo, zona Norte de Manaus.

A vítima estava na casa de Alexandre quando ele chegou e atirou na direção da cabeça dela. Segundo a polícia, após matar a vítima o suspeito ainda chegou a dormir ao lado do corpo, antes de fugir do local. “O que chama a atenção é que o atirador chegou pela parte da frente e executou a vítima e depois foi dormir”, afirma o delegado Ricardo Cunha.

No dia seguinte, os pais da jovem estranharam o fato de ela não ter retornado da casa do namorado e resolveram ir até a casa dele. Lá eles encontraram o corpo de Monalliza caído no chão, sem vida.

Alexandre estava dormindo na cama bem ao lado do cadáver de Monalisa e acordou assustado com o grito dos parentes: “Os familiares começaram a gritar e ele levantou, pegou a arma e fugiu”. Câmeras de segurança filmaram a fuga do acusado.

O delegado da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Ricardo Cunha, informou que Alexandre negou a autoria do crime alegando que ela teria cometido suicídio, no entanto, pela cena do crime e pelos exames do corpo foi possível provar que ela não se matou, mas sim foi vítima de feminicídio.

A prisão de Alexandre, que já tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas, foi realizada na casa de parentes, no bairro Aleixo, zona Centro-Sul de Manaus. Ele irá responder pelo crime de feminicídio.

Leia Também