Pedreiro mata mulher a marretadas e abre cova para enterrá-la na frente dos filhos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Um pedreiro, identificado pela polícia como Georgileis Cardoso da Silva, de 52 anos, é procurado pelo assassinato a marretadas e tijoladas de sua esposa. O crime ocorreu durante uma briga entre o casal e foi presenciado pelos filhos deles. Na ocasião, ele ainda chegou a cavar uma cova para esconder o corpo. O caso aconteceu em Sinop, em Mato Grosso.

A Polícia Militar foi acionada por vizinhos que ouviram os gritos da mulher. Ao perceber a chegada dos policiais, o homem fugiu do local.

Ao entrar na casa, a guarnição encontrou um cenário de verdadeiro terror. Poças de sangue em várias partes da casa e mulher caída com os braços amarrados, muito ferida e coberta de sangue. A vítima ainda estava com vida e foi encaminhada ao hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Dentro da casa os policiais ainda encontraram a marreta utilizada pelo suspeito para matar a companheira. Na casa tinha ainda um buraco com 1,20 m de comprimento, 80 centímetros de largura e 60 de profundidade, que o agressor tinha começado a cavar para enterrar a mulher.

Cova aberta para enterrar a mulher – Foto: Reprodução

O homem continua foragido. Já as crianças foram entregues ao Conselho Tutelar.

Leia Também