Homem mata noiva com água fervente enquanto ela dormia e depois tira a própria vida

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Jaqueline Carletto, de 29 anos, foi vítima de feminicídio cometido pelo próprio companheiro, Denis Magalhães, de 31 anos, que após o crime cometeu suicídio. Segundo a Polícia Militar, os dois foram encontrados um do lado do outro, em uma casa no bairro Vila Bela, região do Parque São Rafael, Zona Leste de Manaus, na tarde desta segunda-feira (2).

O companheiro teria jogado água quente no ouvido da mulher, enquanto ela dormia na casa onde os dois moravam. Os corpos teriam sido encontrados pelo filho de Jaqueline, de 15 anos, segundo relatos publicados nas redes sociais por familiares da mulher.

“Como pode dar veneno e jogar água quente na esposa, que falava que amava que dias antes estava dizendo declaração de amor… frio, calculista”, disse Margareth Fenolio, tia da vítima.

O tio de Jaqueline, Rogério Xavier, disse: “Foi muita brutalidade, só nós sabemos como foi aí vê-la na cama. Covarde, matou [enquanto] ela [estava] dormindo sem defesa”.

Segundo publicações nas redes sociais da própria vítima, Jaqueline Carletto e Denis haviam ficado noivos em 3 de abril. Não há informações do porque o homem fez isso.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP), o caso foi registrado como feminicídio seguido de suicídio no 49º Distrito Policial de São Mateus.

Leia Também