Remédios e chá de emagrecimento pode ser causa de doença renal que matou Paulinha Abelha

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Paulinha deu entrada no hospital no dia 11 de fevereiro com queixas de enjoo, vômito e dor na hora de urinar. Rapidamente o quadro de saúde dela se agravou levando a cantora a morte.

Até o momento a causa do problema renal que acarretou a internação e, posteriormente, a morte da cantora Paulinha Abelha ainda é desconhecida, porém, a equipe médica do Hospital Primavera, em Aracaju, investiga a causa e aguarda os resultados de alguns exames para fechar o diagnóstico. A principal suspeita é que o comprometimento renal pode ter sido causado pelo uso abusivo de remédios e chás para emagrecer, além de diuréticos.

A cantora deu entrada no hospital no dia 11 de fevereiro com queixas de enjoo, vômito e dor na hora de urinar. Rapidamente o quadro de saúde dela se agravou e acabou acarretando na uma inflamação no fígado. Em seguida Paulinha entrou em coma grau 3, que significa quadro neurológico grave e na última quarta-feira (23), ela não resistiu e morreu.

De acordo com informações do jornal O Globo, os médicos ficaram impressionados com a rapidez do avanço do quadro da vocalista da banda Calcinha Preta. Em coletiva realizada na última quarta-feira, 23, o neurologista Marcos Aurélio afirmou que mantê-la viva não foi “uma missão fácil”. Paulinha foi enterrada na última sexta-feira, 25, em Simão Dias, município de Sergipe.

Leia Também