Esposa de Wesley Safadão será investigada por ‘furar fila’ de vacinação contra Covid-19

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPEC) irá investigar a esposa do cantor Wesley Safadão, a digital influencer Thyane Dantas, por ter tomado a vacina contra a Covid-19, mesmo estando fora da faixa etária a qual a vacinação está sendo aplicada em Fortaleza (CE). Ela se vacinou nessa quinta-feira (8).

De acordo com o Ministério Público, a intensão da investigação é averiguar a legitimidade da aplicação, ouvindo as partes envolvidas no caso, como a Prefeitura do Ceará, que é responsável pelas aplicações.

Caso seja confirmado que houve beneficiamento, as pessoas envolvidas serão responsabilizadas “seja na área criminal, ou administrativa”. O procedimento também irá apurar a suspeita de que o cantor teria se vacinado em local diferente ao agendado para poder escolher o imunizante que iria receber.

A assessoria de Wesley Safadão informou que Thyane tomou uma “dose de sangria”, ou “xepa”, porém, esta opção de vacina não é aplicada antes das 17h.

Safadão, de 32 anos, estava confirmado na lista da prefeitura municipal para ser vacinado. Contudo, Thyane, de 30 anos, não foi convocada para receber o imunizante, pois ela está fora da faixa etária para a qual a vacina é disponibilizada atualmente, ou seja, pessoas com 32 anos ou mais.

Thyane compartilhou o momento em que recebe a vacina contra a Covid-19 nas redes sociais, no mesmo local em que Safadão também estava sendo vacinado. O cantor, contudo, estava agendado para receber o imunizante e tem idade para tal, conforme consta na lista divulgada pelo poder municipal.

Leia Também