Cantor Victor Chaves é processado por vendedor ambulante após humilhá-lo em show

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
O cantor teria feito xingamentos e humilhado o vendedor durante um show em Minas Gerais.

O cantor Victor Chaves, da ex-dupla Victor e Léo, está envolvido em mais uma polêmica na Justiça. Ele está sendo processado por um vendedor ambulante que o acusa de tê-lo humilhado e constrangido durante um show realizado na cidade de Sarzedo (MG), em 2013.

De acordo com o site “Em Off”, Victor teria interrompido o show que fazia para pedir que o vendedor se retirasse do evento com a alegação de que o trabalhador estaria atrapalhando a visão da plateia com a sua caixa térmica.

Consta no processo que os seguranças do artistas, que na época ainda se apresentava com o irmão, Léo, tentaram tirá-lo do local, porém, ele se recusou a sair. Em seguida Victor teria parado o show e falado no microfone que ele saísse do local.

Diante da recusa do vendedor, Victor teria feito “xingamentos” contra o comerciante, que ficaram gravados em vídeo. “O requerido iniciou uma série de achincalhamentos, como constam na gravação do cd em anexo. Provocando grande constrangimento e humilhação ao requerente. Posto que estava ali para sustentar a família e foi humilhado perante milhares de pessoas que se encontravam no local”, declara a ação, que ainda corre na Justiça.

Entre os xingamentos feitos pelo cantor, o vendedor citou que foi chamando de “débil mental”, “sem cérebro”, “ignorante” e “negão”. Na época, depois do espetáculo, como forma de indenizar por tudo isso, ele diz que apenas Léo lhe deu R$ 3 mil. Além do dinheiro, o músico devolveu sua mercadoria confiscada pelos seguranças. O valor do processo é de R$ 27.120,00.

Leia Também