Vídeo: Jornalista é agredida e agarrada pelo pescoço ao filmar briga entre times

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

PIAUÍ| Nesta quarta-feira (5), a jornalista Emanuele Madeira, do Globo Esporte, foi agredida por um homem que usava o uniforme do Altos, do Piauí, durante confusão generalizada do clube com o Fluminense-PI após partida da 9ª rodada do campeonato estadual.

A briga teve inicio, após uma discussão entre o técnico Wallace Lemos, do Fluminense-PI, e o presidente do Altos, Warton Lacerda. O bate-boca desencadeou uma briga generalizada no gramado do estádio. Em meio a vários conflitos físicos e verbais entre os envolvidos, a jornalista se afasta e é abordada pelo homem que a agride. “Não venha filmar ninguém aqui, não”, diz o homem antes de tomar o celular dela. Em seguida, ela tenta recuperar o aparelho; é quando acaba agarrada pelo braço e pelo pescoço.

“Ele tomou o celular da minha mão e eu fui para cima dele tentando recuperar. Ele tentou me impedir, me afastando de lado. Por conta do cinegrafista ter chegado em cima, ele devolveu meu celular. A intenção dele era apagar o vídeo. Ainda tem a tentativa de obstruir o nosso trabalho”, disse a repórter ao Globo Esporte.

Após ser socorrida pela Polícia Militar, a profissional registrou um Boletim de Ocorrência. O homem não foi localizado pela polícia.

Leia Também