Não escolha qual vacina tomar. Escolha se proteger!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

No dia 11 de março de 2020, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarava situação de pandemia para o cenário de casos de Covid-19 e sua
transmissão em todo o mundo. Desde então, cientistas e pesquisadores de todos os continentes têm se esforçado para descobrir mecanismos de
proteção à população.

Desde janeiro de 2021, o Brasil vem se dedicando a imunização de sua população, tendo contabilizado nesta quarta-feira, 28 de julho, mais de 98
milhões de brasileiros com a primeira dose da vacina e mais de 39 milhões com as duas doses ou o imunizante de dose única da Janssen.

Em Manaus, a marca de 1,5 mil doses aplicadas foi alcançada na última terça-feira, 27 de julho. São 1.160.419 pessoas imunizadas com a primeira
dose e 323.240 com a primeira e segunda, além de outras 24.999 que receberam o imunizante de aplicação única.

Apesar de todos os avanços na capital, que já oferta vacinas contra a Covid-19 para toda a sua população a partir dos 18 anos, a gestão municipal vem trabalhando para maior conscientizar sobre a eficácia e efetividade de todas as vacinas disponíveis. Isso porque assim como no restante do Brasil, os pontos de imunização em Manaus também têm
recebido pessoas que apontam a preferência por vacina X ou Y.

Segundo o Ministério da Saúde, uma vacina eficaz e segura é reconhecida como uma solução em potencial para o controle da pandemia, aliada à
manutenção das medidas de prevenção já estabelecidas. Além disso, para que qualquer vacina possa ser aplicada na população, ela passa por
rigorosas análises, avaliações e testes em massa, com o rigoroso controle da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Em Manaus, são aplicadas as vacinas da Astrazeneca, Coronavac, Pfizer e Janssen, todas produzidas com tecnologias diferentes para a produção de anticorpos e amplamente seguras para toda a população no combate ao vírus.

Em meio as mais de 9.296 vidas perdidas pela Covid-19 em Manaus e mais de 553.272 óbitos em todo o Brasil, o mais importante é lembrar que
a vacina salva vidas, não importa qual seja a marca.
Esta é a principal proteção contra os agravos do novo coronavírus. Por isso, a escolha deve ser pela vida. Então, vacine-se!

Por: Secretaria Municipal de Comunicação
conteúdo de responsabilidade do anunciante

Leia Também