Sikêra Jr. perde processo na Justiça após polêmica sobre falas homofóbicas no ‘Alerta Nacional’

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Ele teve pedido negado pela 1ª Vara Cível do Amazonas contra o grupo ‘Sleeping Giants Brasil’, que movimentou o Brasil com uma campanha para a desmonetização do apresentador.

O polêmico apresentador do programa ‘Alerta Nacional’, Sikêra Jr. sofreu uma derrota na justiça. Ele teve pedido negado pela 1ª Vara Cível do Amazonas contra o grupo ‘Sleeping Giants Brasil’, que movimentou o Brasil com uma campanha para a desmonetização do apresentador.

No pedido feito pelo famoso, ele queria que o grupo fosse punido e pagasse indenização por danos morais e materiais. A campanha mobilizou dezenas de empresas, que encerraram contratos com o apresentador após falas homofóbicas ditas por ele em uma edição do ‘Alerta Nacional’, pela emissora RedeTV!.

A juíza responsável pelo caso, Sheilla Jordana de Sales, afirmou que a campanha da ‘Sleeping Giaants’ por questionar as empresas que patrocinavam Sikêra é legal.

Na decisão, a juíza ainda fez críticas a intensão do apresentador de cercear a liberdade de expressão do movimento que buscou a desmonetização dele. Segundo Sheilla, o pedido é incoerente, uma vez que o comunicador defende diariamente o direito de cada um dizer o que ‘bem entende’.

Veja a decisão: “Importante frisar que em situação similar, onde o requerido figura do polo passivo, este sustentou a legitimidade de suas declarações na cláusula pétrea da liberdade de expressão. Ressalta-se que tecnicamente asseverou a necessidade de proteção a tal direito contra qualquer ferramenta de limitação. Considerando que o provimento vindicado pela parte cerceia a liberdade de expressão, indefiro o pedido”

Leia Também