‘Cabeças vão rolar’, diz ex-mendigo ao anunciar que vai processar Instagram após perder perfil

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Agora querendo ser conhecido como Mendigo do Amor, o ex-morador de rua Givaldo Alves está trabalhando com conteúdo digital. Envolvido em polêmica onde teve relação sexual com uma mulher casada, em Brasília, ele agora espera ser indenizado pelo Instagram. Seus advogados preparam uma ação na Justiça após a conta do Instagram de Givaldo ser banida da rede social.

O perfil estava com 477 mil seguidores, lugar onde o ex-mendigo estava fazendo trabalhos de publicidade, anúncio e parcerias como influenciador digital. Ainda não foi calculado o valor a ser pedido no processo, mas a indenização deve chegar em torno dos R$ 300 mil.

Segundo os representantes de Givaldo, ele deixa de ganhar cerca de R$ 30 mil por semana com o perfil bloqueado. Esse valor é referente apenas a publicidades na rede social. A página ainda é exibida nas buscas do Google, mas desapareceu do Instagram.

O banimento da conta aconteceu no último sábado (16). A mesma estava recebendo uma série de denúncias que a defesa de Alves classifica como “ciberataques de ativistas”. Além de processar o Instagram, o agora influenciador digital também processa Deolane Bezerra. Além dela, ele vem colecionando outros desafetos.

Givaldo também declarou que não vai deixar barato. “Cabeças vão rolar. Aguardem. Já que derrubaram minha conta lá no vizinho [Instagram], vou tirar uma folga até voltar”, postou Givaldo no TikTok, página que tem, atualmente, 727 mil seguidores e mais de 3,7 milhões de curtidas. 

Leia Também