Após 47 anos, Globo dispensa Roberto Carlos e encerra contrato com o rei

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
O cantor tinha contrato de exclusividade com a emissora desde 1974 e recebia cerca de R$ 12 milhões por ano.

O eterno rei da Jovem Guarda, Roberto Carlos, perdeu o contrato de exclusividade que mantinha com a emissora Rede Globo. Desde 1974, quando o cantor assinou contrato com a Globo, ele ficou proibido de conceder entrevista para qualquer outro canal sem autorização da emissora.

O cantor recebia por ano, cerca de R$ 12 milhões da emissora. Entre as obrigações de Roberto Carlos estava fazer o especial de Natal, em dezembro, e algumas vezes atender a alguma produção da casa. Durante o tempo em que esteve em contrato com a Globo, o “rei” fez algumas participações em programas globais, em especial do “Domingão do Faustão” onde sempre ia divulgar suas canções.

Em 2020, devido a pandemia, a Globo não chegou a um acordo com Roberto Carlos para gravação do especial de Natal inédito, com isso, a emissora escolheu reprisar um dos programas antigos.

A emissora deve divulgar uma nota oficial comunicando o rompimento de contrato com o cantor.

Leia Também