Empresário lambe arma, pede fechamento do STF e amplos poderes a Bolsonaro, mas acaba visitado pela polícia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

De nada adiantou tentar mitar nas redes sociais. Nesta sexta-feira (30) o empresário bolsonarista José Sabatini, de 71 anos, recebeu a visita da polícia em Artur Nogueira, no interior de São Paulo. O ato de lamber uma arma e pedir golpe de Estado com Jair Bolsonaro no poder foi o suficiente..

na noite de quarta-feira (28), após ele aparecer em um vídeo empunhando uma espingarda enquanto caminhava pelo centro da capital paulista, José ainda exibiu um revólver na cintura, enquanto pedia ao presidente Jair Bolsonaro (PL) um golpe de Estado.

O Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando a conduta dele. E a justiça paulista expediu um mandado de busca e apreensãona casa do empresário. Os agentes encontraram o revólver e uma espingarda. O idoso não estava.

As mesmas armas já tinham sido apreendidas em março do ano passado, após ele divulgar outro vídeo no qual ameaçava atirar no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). . 

Siga O Tempo no Google NewsSEGUIR

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o empresário recebeu as armas de volta no último dia 21 após uma decisão judicial. No mesmo dia, ele fez o novo vídeo, no qual defende um golpe. Ele gravou na rua Brigadeiro Tobias, onde fica a Delegacia Geral de Polícia, a sede da Polícia Civil de São Paulo, onde as armas haviam ficado guardadas até a Justiça mandar devolvê-las. 

Leia Também