Em Manaus, mãe pede ajuda para custear aparelho que mantém filho vivo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Aa dona de casa Cláudia Nascimento está tentando montar uma rede de solidariedade para ajudar na manutenção de um aparelho que ajuda o filho dela a viver.

José Calebe, de 8 anos usa aparelhos para respirar desde os 2 anos. O equipamento BiPAP custa R$ 6 mil, e só pode ser vistoriado em São Paulo.

Cláudia pede ajuda pelo PIX 011.108.732-55.  “Só quero ajudar meu filho. Por favor, ajude meu guerreiro”, solicita Cláudia pelas redes sociais.

Ao mesmo tempo ela faz uma vaquinha on line para comprar um aparelho BiPAP no valor de R$ 38 mil.

“Esse aparelho corre risco de parar a qualquer hora do dia ou da noite, e meu filho corre risco de vida. Moro de aluguel, não tenho condições para comprar esse aparelho. Não posso sair para trabalhar porque meu filho é acamado e totalmente dependente de mim”, diz a mãe da criança.

Uma parada respiratória causada por uma pneumonia deixou Calebe com a dificuldade de respirar aos 2 anos. Desde então tem sido a luta. “Devido a essa parada respiratória, Calebe ficou com sequelas neurológicas. Hoje ele tem paralisia cerebral, não anda, não fala, não se movimenta, se alimenta através de sonda e respira pela traqueostomia com ajuda do aparelho bipap.”

Leia Também