‘Eles não podem ser heróis de uma batalha que não lutaram’, diz Wilson sobre adversários

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Em um comício na Ponta Negra, zona oeste de Manaus, neste sábado (10/09), o candidato à reeleição, governador Wilson Lima (União Brasil), destacou os avanços do seu governo e reafirmou que seus adversários tiveram tempo, dinheiro e apoio político para trabalhar e mudar a vida das pessoas, mas não fizeram.

Wilson lembrou, ainda, que enfrentou grandes batalhas, como a pandemia da Covid-19 e a maior cheia do século, com coragem e determinação, tendo que recuperar o tempo perdido após décadas de atraso.

“Eu tenho aqui um recado para os meus adversários: eles não podem ser heróis de uma batalha que eles não lutaram, eles não entraram para lutar nessa batalha. No programa eleitoral eles estão fazendo o que sempre fizeram, a desconstrução da imagem dos outros. E eles fazem isso porque não têm o que mostrar”, disse Wilson durante o comício, que reuniu milhares de apoiadores.

Antes de chegar à Ponta Negra, Wilson percorreu várias ruas de Manaus em uma grande carreata, que reuniu 4 mil veículos e teve início nas proximidades do Museu da Amazônia (Musa), no Cidade de Deus, zona norte de Manaus.

“Essa é a diferença entre nós e eles. Eles prometem e não entregam e esse é um governo de entregas, é o governo da mudança. Por que não fizeram quando foram governadores? Vamos continuar nessa caminhada porque é daqui para frente, é daqui para melhor”, destacou o governador.

Entre as ações que os adversários de Wilson não fizeram estão a garantia do passe livre estudantil para alunos das redes municipal e estadual de ensino na capital; a implantação do serviço de saúde de alta complexidade pela primeira vez para o interior, com a instalação de leitos de UTI; e a ampliação de sete para 44 restaurantes populares Prato Cheio que, também pela primeira vez na história, chegaram ao interior.

O pagamento do Auxílio Estadual permanente para 300 mil famílias em situação de pobreza; a inauguração de 12 Centros de Educação de Tempo Integral em tempo recorde; e o pagamento do maior abono do Fundeb aos profissionais da educação, de até R$ 37,8 mil, estão entre os avanços inéditos do governo Wilson.

Bandeiraço

No percurso da carreata, muitos apoiadores de Wilson realizaram bandeiraços, confirmando a liderança do governador na corrida eleitoral, conforme mostram três das últimas pesquisas divulgadas sobre intenção de votos.

“É a melhor opção que nós temos de verdade. Então, eu prefiro votar no certo e é por isso que eu voto 44. Mostra bastante trabalho. É uma confiança que a gente tem; já os outros a gente não pode confiar mais”, disse a estudante Tallita Oliveira, 28.

O técnico em edificações Marcio Veneza, 52, vota em Wilson porque o Amazonas está no rumo certo. “Ele trabalhou bem e fez muito pelo Amazonas durante esse pouco tempo, esse curto espaço de tempo que ele teve para trabalhar. É uma renovação da política velha. Ele veio para melhorar o nosso estado, para consolidar uma boa gestão”, explicou.

O fisioterapeuta, David Lazaroni, 33, disse que Wilson é responsável e que trabalha para cuidar das pessoas. “Ele tem responsabilidade e como diz o tema dele: é trabalho, trabalho, trabalho. Ele é o cara que já está se consolidando no Governo do Estado e a gente tem que deixar o homem trabalhar, as obras estão fluindo. E vamos dar mais quatro anos para ele continuar o trabalho”, frisou.

Leia Também