Yamaha anuncia suspensão de produção de motores de popa e motos, em Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A Yamaha Motor do Brasil anunciou que irá parar a  produção de motocicletas e motores de popa da fábrica da em Manaus, entre os dias 9 a 24 de setembro. A empresa alegou problemas com cenário logístico internacional pelos efeitos da variante Delta do coronavírus na Ásia.

Em atuação no Brasil há mais de 50 anos, sendo 36 somente no Amazonas, a empresa divulgou nota informando sobre a paralização.

Confira a nota da empresa:

“Considerando a situação adversa do cenário logístico internacional, causada pelos efeitos da pandemia pela variante delta do Coronavírus na Ásia, e visando ajustar o fluxo do recebimento de insumos, o Grupo Yamaha suspenderá as atividades em algumas de suas linhas de produção de motocicletas e motores de popa, no período de 09 a 24 de setembro. Nas linhas afetadas, os colaboradores estarão em férias coletivas”

Ainda segundo a nota, parte da produção, assim como as demais atividades operacionais das empresas do Grupo Yamaha do Brasil, permanecerão em regular atividade durante esse período.

Esta não será a primeira paralisação da fábrica da empresa em Manaus devido ao coronavírus em 2021. Durante o mês de maio, a empresa paralisou a produção de motocicletas por oito dias. Na época, os funcionários também tiveram férias coletivas, no entanto, diferente de agora, a produção de motores de popa não fora afetada.

Atualmente, alguns dos principais modelos da Yamaha produzidos em Manuas são: Lander 250, Fazer 250, Crosser 150 e YBR Factor 150.

Leia Também