‘É pra acabar!’ Lei que obriga venda de sacolas em supermercados entra em vigor e preços chegam a R$0,60

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Os preços cobrados para o consumidor variam de R$0,10 a R$0,60 por cada sacola.

Desde a última sexta-feira (1º), a lei que proíbe a distribuição gratuita de sacolas plásticas em supermercados de Manaus está em vigor, e com ela, mais uma ‘conta’ para a população pagar.

A lei, de autoria dos vereadores Glória Carrate (PL) e Fransuá (PV), deixou os cidadãos de Manaus revoltados. Segundo os vereadores, a proposta é desestimular o uso de sacolas plásticas e preservar a natureza, porém, até o momento os únicos a se salvarem são os empresários, que agora chegam a cobrar até R$0,60 por cada sacola.

Contudo, a lei não se aplica às embalagens originais das mercadorias, às embalagens de produtos alimentícios vendidos a granel e às embalagens de produtos alimentícios que derramem água.

Durante a votação na Câmara dos Vereadores para aprovação da Lei, somente os vereadores Rodrigo Guedes (PSC) e Willian Alemão (Cidadania) foram contrários ao projeto.

Nos estabelecimentos em Manaus as sacolas, que antes eram distribuídas gratuitamente, podem ser encontradas no valor entre R$0,10 a R$0,60, dependido do supermercado.

Leia Também