Criminosos morrem e outros dois são presos em troca de tiros com a polícia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Dois homens morreram e outros dois foram presos durante uma operação deflagrada na manhã desta quarta-feira (7), no município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus).

Marcos Fábio Pacheco Filho,  de 22 anos, vulgo ‘Kinho’ e Bruno da Gama Carvalho, de 18 anos, vulgo Loirinho, foram presos. Já os comparsas deles Marcelo da Silva Falcão, de 21 anos, vulgo “Mata Rindo” e Bruno Pereira Magalhães, 27, vulgo “Bruninho”, morreram após receberem as equipes da polícia a tiros.

Os presos são suspeitos de integrarem facções criminosas e possuíam 17 mandados de prisão por homicídio, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e roubo.

Policiais realizavam patrulhamento na área quando receberam a informação haviam dois infratores comercializando entorpecentes e portando arma de fogo em um endereço próximo.

Ao chegarem ao local, encontraram “Mata Rindo”, que atirou contra os policiais que logo revidaram. O suspeito foi encaminhado ao hospital do município mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Já “Loirinho”, foi abordado com uma mochila de entorpecentes e indicou aos policiais outro endereço, onde estavam outros dois homens envolvidos com o crime organizado.

No novo endereço, os policiais encontraram “Kinho” e “Bruninho”, que atirou contra a equipe. A equipe revidou e acertou Bruninho, que também não resistiu.

Ao final da operação, os policiais apreenderam três armas de fogo, quatro munições, 10 porções de diversos entorpecentes, uma balança de precisão e cinco aparelhos celulares. Um quinto suspeito, que não teve a identidade divulgada, conseguiu fugir e está foragido.

Leia Também