Criminosos dizem que jovem decapitado foi morto como vingança por morte de ‘L7’; vídeo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Um novo vídeo divulgado nesta quarta-feira (3) aponta que o jovem Sândalo Rebouças Marinho, de 19 anos, que supostamente foi morto e decapitado, foi ocasionada como vingança pelo assassinato de Luciano da Silva Barbosa, de 32 anos, o “L7”, filho do narcotraficante “Zé Roberto da Compensa”.

Luciano, o “L7”, também foi degolado e a cabeça não foi encontrada até hoje. O crime ocorreu em junho deste ano e a mãe do filho do narcotraficante liberou apenas o corpo no Instituto Médico Legal (IML). Na época, ele e o padrasto foram executados.

Nas novas imagens atribuída ao assassinato de Sândalo, os criminosos dizem ser da facção criminosa Revolucionários do Amazonas (RDA) e falam que o que estão fazendo “é pra servir de exemplo”. Eles ainda apontam que os próximos a morrerem são “Thiago Cabeludo”, “Carioca” e “Sérgio”.

A vítima é degolada dentro de uma canoa, mas nenhum criminoso tem o rosto filmado. Aparentemente, eles estão no interior, em Careiro Castanho, município do Amazonas.

“A tropa do RDA porr@! Isso é pelo Luciano, filho da put@! Todos que nós pegarmos, vai ser desse jeito. Isso aí é pelo que fizeram pelos nosso irmãos”, diz um dos assassinos, enquanto terminam de degolar a vítima.

O primeiro vídeo que a família chegou a receber dos criminosos horas antes era mostrado apenas a cabeça do rapaz já decapitada, sendo possível o reconhecimento feito pelos familiares, que buscavam notícias sobre Sândalo. Apesar do corpo não ter sido encontrado e a polícia não confirmar que é do rapaz, familiares da vítima postaram nas redes sociais mensagens lamentando.

Sândalo teria sido sequestrado no domingo (31), no beco Buriti, bairro Colônia Antônio Aleixo, Zona Leste de Manaus. Nas redes sociais, a família postou fotos informando o desaparecimento, mas horas depois, após receberem o vídeo, confirmaram que o rapaz já estava morto. O corpo, no entanto, ainda não foi encontrado.

Leia Também