Venezuelano é executado ao chegar no trabalho, na zona Norte de Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Ele tinha acabado de chegar ao lava jato quando foi alvejado pelos criminosos que estavam em uma motocicleta.

Um venezuelano identificado como Jhonsen David Beringel Beringel, de 26 anos, foi assassinado na manhã desta quinta-feira (9), dentro do lava jato onde ele trabalhava, na avenida Margarita, bairro Nova Cidade, zona Norte da capital.

De acordo com testemunhas, o jovem havia acabado de chegar ao local quando os assassinos também chegaram ao local em uma motocicleta. “Eles foram direto na direção do David e ainda mandaram todo mundo se afastar. Nós nos afastamos com medo. Foi tudo muito rápido”, disse um trabalhador do lava jato.

Após atirarem em David, os criminosos fugiram do local. As pessoas que estavam no lava jato acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e após receber os primeiros atendimentos, o venezuelano foi encaminhado para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do Galiléia, porém, após receber atendimento, ele não resistiu e morreu.

Amigos do jovem disseram que não tinham conhecimento se ele estava devendo alguém, ou se tinha envolvimento com coisas erradas. “Ele trabalhava aqui e era bem tranquilo. Tinha planos de trazer a mãe e filha dele que ainda moram na Venezuela pra vir morar em Manaus. Não sabemos o que pode ter motivado esse crime”, falou um colega dele, que preferiu não se identificar.

O crime será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Leia Também