Universitária é morta por traficante ao ir buscar jaleco em ‘área vermelha’, no Novo Aleixo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
A estudante tinha ido ao local para buscar um jaleco em uma costureira, porém, ela não sabia que o local era dominado pelo tráfico de drogas.

A estudante universitária Kellen Mota Fraga, de 25 anos, morreu na noite dessa sexta-feira (3), após ser baleada com um tiro no peito, na rua Abel, na comunidade Nossa Senhora de Fátima 1, bairro Novo Aleixo, zona Norte de Manaus.

De acordo com informações da polícia, Kellen, que é estudante de odontologia, estava com mais três amigas em um veículo modelo Ônix, de cor branca e teria ido ao local buscar um jaleco que ela tinha encomendado de uma costureira. No entanto, a estudante não sabia que o local era considerado área vermelha devido ao intenso tráfico de drogas.

Ao entrarem na rua, um traficante da área teria abordado a vítima e ordenado que ela baixasse o vidro. Ao se negar, a vítima teve o veículo alvejado com disparos de arma de fogo, que acabaram atingindo a jovem no peito.

Kellen ainda chegou a ser socorrida e encaminhada para o Hospital e Pronto Socorro Platão Araújo, porém logo após dar entrada na unidade, ela não resistiu e morreu. Familiares e amigos da universitária estiveram no hospital e ficaram desolados com a morte prematura da jovem, que trabalhava em um consultório odontológico como assistente de saúde bucal.

Leia Também