Jovem é torturada e enterrada viva após denunciar traficantes de Iranduba

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
O corpo da jovem foi encontrado pelo próprio irmão que vinha procurando por ela há dois dias

Na manhã desta sexta-feira (17) o corpo de Enmily Braga do Nascimento, que tinha 22 anos, foi encontrado enterrado em uma “cova rasa”, em uma área de mata próximo à rua Pacu, no bairro Alto, no município de Iranduba. A jovem estava desaparecida há dois dias.

O corpo da vítima foi localizado pelo próprio irmão dela, que logo em seguida acionou a polícia. Segundo a polícia, o corpo estava em uma área de difícil acesso e com uma das mãos para fora da terra.

A jovem tinha sinais de tortura e estava com as mãos e pés amarrados, além de ter marca de um tiro. Ainda de acordo com a polícia, pelas características do corpo a mulher pode ter sido enterrada ainda com vida.

Segundo informações do local, Enmily teria denunciado o tráfico de drogas naquela região e a execução dela teria ligação com o narcotráfico. Ainda na manhã de hoje três suspeitos de terem cometido o crime foram presos pela Polícia Militar.

Com o trio a polícia encontrou várias máscaras usadas por eles durante ações criminosas. Todos foram conduzidos à 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Iranduba.

Leia Também