Idoso de 79 anos é preso por estuprar enteado com deficiência mental, em Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
A vítima tem 24 anos e sofre com deficiência mental. O agressor foi flagrado por câmeras que familiares colocaram no quarto da vítima ao desconfiarem que que ele estava sendo estuprado.

A Polícia Civil prendeu nessa segunda-feira (20), um idoso de 79 anos, acusado de estuprar o próprio enteado, de 24 anos. O jovem possui deficiência mental e morava junto com o agressor. A prisão ocorreu na travessa Manjericão, bairro Jorge Teixeira, zona Leste da cidade.

De acordo com o delegado Torquato Mozer, o idoso, a esposa e o jovem moraram no Pará, mas desde junho deste ano estavam residindo na casa da cunhada dele, aqui em Manaus, após a esposa ter sofrido um AVC. Segundo a esposa, ela nunca havia suspeitado dos estupros. Foram a tia e a prima do jovem quem descobriram o crime.

“A vítima sempre reclamava de dores no ânus e familiares começaram a desconfiar que ele estava sendo abusado por alguém. E para surpresa dele, o abusador era o padrasto”, disse o delegado. O crime foi gravado por uma câmera instalada no quarto da vítima pelos familiares que já vinham desconfiando de que algo estava ocorrendo no local.

O jovem tomava remédio controlado, mas sempre que estava lúcido, revelava que tinha sonhado que estava sendo estuprado por um homem. Após descobrir os abusos, a família denunciou o caso à polícia, no entanto, o agressor ficou desconfiado e fugiu.

No entanto, dias depois ele retornou para pegar os documentos dele, mas ninguém o deixou entrar na casa. Diante disso, o idoso foi até a Delegacia do Idoso denunciar os parentes, o que acabou ajudando a polícia a prendê-lo uma vez que já havia um mandado de prisão contra ele.

Agora ele irá responderá pelo crime de estupro de vulnerável e deverá permanecer preso.

Leia Também