Em Manaus, mãe é morta a facadas e tem cabeça arrancada pelo filho

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

MANAUS – AM| Na manhã desta terça-feira (22), Maxwel da Silva Lima, 33, matou a mãe, identificada como Fátima Matos da Silva, 64, a facadas e a esquartejou, no beco Danilo Corrêa, bairro Petrópolis, na Zona Sul de Manaus. O autor do crime é uma pessoa com esquizofrenia, ele foi perseguido e preso em flagrante. O crime chocou os moradores.

O crime ocorreu por volta das 10h30 na casa onde a vítima morava com o suspeito. Os policiais da Força Tática estavam em patrulhamento na área quando visualizaram Maxwel correndo e sendo perseguido pela população.

“Nos falaram que ele havia matado a própria mãe e indicaram a residência. A vítima estava com a cabeça decapitada e membros superiores e inferiores também separados do corpo. A família informou que ele tem esquizofrenia e que há algum tempo apresentava comportamentos violentos”, explicou o tenente Jatahy da Força Tática.

Testemunhas relataram que na cena do crime, haviam extremos sinais de violência. O suspeito estava embalando o corpo e colocando dentro de uma sacola que estava presa a um carrinho de compras, quando foi flagrado pelo irmão e saiu correndo.

“Ele usava medicamentos controlados. Sempre foi uma situação preocupante porque ele tinha esse comportamento alterado. Na hora em que o irmão chegou ele correu pelas laterais da casa e foi quando a polícia chegou. É muito triste ela ter perdido a vida dessa forma”, contou uma moradora da área.

Maxwell foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Uma faca utilizada no crime foi apreendida. 

O corpo de Maria de Fátima foi removido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML) e levado para exame necroscópico antes de ser liberado aos familiares.  

A perícia recolheu maiores indícios que irão compor o Inquérito Policial (IP).

Leia Também