Brayan Bremer é morto com 14 tiros no bairro Cidade Nova em Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O ex-presidiário que ficou conhecido em 2017 por postar uma foto nas redes sociais durante sua fuga Instituto Prisional Antônio Trindade (Ipat), Brayan Bremer Quintelo Mota, 27, foi morto com 14 tiros na tarde deste domingo (4), na rua Barão do Rio Negro, conjunto Boas Novas, bairro Cidade Nova, zona Norte.

O homem ainda foi socorrido e levado até o Serviço de Pronto Atendimento Danilo Correa, mas já chegou sem vida na unidade hospitalar. Brayan tinha saído há 1 semana do presídio e estavam a tornozeleira eletrônica rompida.

Ele foi um dos 225 detentos que fugiram de cadeias da capital durante o massacre ocorrido no dia 1º de janeiro deste ano. Horas após a fuga, o preso postou uma foto no Facebook, em que aparecia comendo jaca na área de mata ao lado da penitenciária. Na publicação, o presidiário escreveu: “Na fulga (sic) da cadeia”.

Na época ele virou até jogo de celular, chamado ‘Brayan Break’, na descrição do aplicativo diz: “Ajude Brayan Bremer a escapar da prisão”.

Ainda em 2017, após fazer várias publicações nas redes sociais enquanto estava foragido, retornou voluntariamente com a presença de um advogado ao presídio e foi conduzido de volta ao sistema prisional.

Segundo informações preliminares, o homem havia saído da cadeia há uma semana para continuar cumprindo pena em regime semiaberto. Ele foi atingido por 14 tiros. O corpo removido pelo Instituto Médico Legal do SPA Danilo Correa.

Leia Também