Ambulância socorre mulher baleada na Compensa e precisa ser escoltada após sofrer ameaças de criminosos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Os servidores da ambulância do Samu começaram a receber ameaças dos criminosos, que diziam que iram colocar fogo no veículo.

Nesta quarta-feira (22), uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) precisou ser escoltada pela Polícia Militar após receber ameaças de atentado contra o veículo, que transportava uma mulher que tinha acabado de ser baleada no bairro Compensa, zona Oeste da cidade.

De acordo com a polícia, a vítima foi alvejada com disparos de arma de fogo e ao ser socorrida pelo Samu, os servidores passaram a ser ameaçados por criminosos. Os suspeitos ameaçaram colocar fogo na ambulância que transportava a mulher, mas recuaram com a chegada de viaturas da PM.

A mulher foi levada para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias, mas precisou ser transferida para outra unidade hospitalar da cidade devido a gravidade dos ferimentos.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa) confirmou que o veículo precisou ser escoltado. “A equipe da unidade que foi deslocada para fazer a transferência da paciente precisou solicitar escolta policial”, afirmou a nota.

Leia Também