Empresário que se recusou a tomar vacina morre de Covid-19, em Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Ele foi o fundador da Italux e se negava a tomar vacina contra a Covid-19 por ser diabético.

O empresário Heliodoro Matheus Silotti, de 67 anos, fundador do grupo Italux, morreu na madrugada desta segunda-feira (13), em Manaus, vítima de Covid-19. Ele estava internado para tratamento no Hospital Adventista de Manaus.

Heliodoro Matheus era negacionista e não estava imunizado contra a Covid-19. Segundo ele, existia um receio de que a vacina lhe causasse complicações à saúde, uma vez que ele era diabético. No entanto, o grupo de diabéticos está entre as comorbidades   prioritárias na fila para vacina.

Natural de Cachoeiro do Itapemirim (ES), Heliodoro fundou em Manaus, em 2003, o Grupo Italux, que é especializado em serviços de manutenção automotiva e troca de lubrificantes e pneus. Atualmente existem três unidades em Manaus: no Boulevard Álvaro Maia, na Avenida Joaquim Nabuco e na Avenida Torquato Tapajós; e uma unidade em Boa Vista (RR).

Em razão da morte do fundador, as lojas não funcionaram nesta segunda-feira (13).

Leia Também