Companheiro suspeito de empurrar jovem da ponte é preso; ela continua na UTI

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Emanuel da Silva Bruce, de 20 anos, teve a prisão em flagrante convertida para preventiva nesta sexta-feira (26). Ele é suspeito de empurrar a companheira, Alexia Chrysler Ribeiro Pedrosa, de 21 anos, da ponte da avenida 7 de Setembro, Centro de Manaus, de uma altura de cerca de 15 metros. A tentativa de feminicídio ocorreu no último sábado (20) e teria sido motivada por ciúmes.

A jovem continua internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto. Segundo a família, ela teve múltiplas fraturas pelo corpo, mas nesta sexta-feira já apresentava uma certa melhora.

O pai, Alexandre Felipe Pereira Pedroso, informou que os rins de Alexia voltaram a funcionar e, com isso, ela voltou a urinar normalmente. Porém, continua sentindo muita dor. O estado de saúde é grave, porem, estável.

Por conta da queda de grande altura, a jovem vai passar por uma cirurgia na próxima semana. “Ela vai fazer a cirurgia das costelas que teve múltiplas faturas, além do tórax. Vamos rezar para que dê tudo certo e minha filha vai sair dessa”, disse o pai.

Emanuel, após o crime, chegou a se apresentar no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP) relatando que a jovem havia tentado cometer suicídio na ponte. Alexandre, no entanto, diz que a filha antes de ser levada ao hospital pediu desculpas e disse que o companheiro havia a empurrado após sentir ciúmes dela numa festa.

O homem foi conduzido à Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM) Zona Centro-Sul, por tentativa de feminicídio.

Alexia tem um filho de 3 anos e a família está contando com doações para o tratamento médico e orações.

Leia Também