Cliente dá golpe de mais de R$26 mil depois de enviar comprovantes falsos à lanchonete

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Uma mulher de 45 anos foi indiciada por estelionato, em Caldas Novas (GO), após passar dois anos sem pagar por encomendas de salgadinhos. O estabelecimento teve prejuízo de mais de R$ 26 mil.

A suposta cliente encomendava via WhatsApp quibes, coxinhas, empadas, mini pizza, entre outros alimentos, e enviava falsos comprovantes de transferência bancária à lanchonete, que realizava as entregas na casa da cliente.

Segundo a polícia, a mulher fazia encomendas, em média, três vezes na semana.

Em agosto desse ano, a empresa começou a desconfiar dos comprovantes, e, ao consultar, constatou que eram todos falsos.

“A vítima desconfiou de um comprovante e, quando foi buscar, viu que os outros também eram falsos”, explicou o delegado.

A Polícia Civil foi notificada e, durante a investigação, recuperou os registros de conversas entre a “cliente” e o estabelecimento durante todo o período, incluindo os falsos comprovantes de pagamento.

A cliente foi indiciada pelo crime de estelionato e pode ser condenada a mais de 8 anos de prisão.

Mulher enviava comprovantes de pagamento falsos para a lanchonete

Leia Também