Vídeo: População se revolta após ter energia ‘cortada’ e apreende lancha de funcionários da Manaus Energia no AM

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Os funcionários foram à aldeia para 'cortar' ligações clandestinas e foram pegos de surpresa com a lancha apreendida pela população.

A população da aldeia de “Murutinga”, que fica no interior do município de Autazes (a 111 quilômetros de Manaus) se revoltou com funcionários da empresa Amazonas Energia, que foram enviados à comunidade para desligar a energia que abastece o local.

Revoltados, os moradores se mobilizaram e “apreenderam” a embarcação dos funcionários, impedindo-os de embarcar e sair do local. Segundo informações daquele município, os servidores foram mandados à aldeia para fazerem o desligamento de diversas ligações clandestinas que haviam sido feitas pelos moradores.

Após “cortarem” a eletricidade do local, os funcionários foram surpreendidos com a população revoltada, que entraram no rio e apreenderam o transporte deles. Os moradores retiraram a lancha do rio e levaram para a sede da aldeia.

Os funcionários, desta foram, foram impedidos de retorna para Manaus. Até o fechamento deste reportagem não havia informações sobre como os servidores conseguiram sair da aldeia, nem se a energia foi restabelecida.

Leia Também