VÍDEO: Mãe de criança autista denuncia humilhação sofrida em ‘Amarelinho’ ao apresentar passe livre do filho

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Segundo a mãe, ela foi xingada e humilhada pelos responsáveis do micro-ônibus do transporte alternativo, na zona Leste de Manaus.

Uma mãe, identificada apenas como Andressa, denunciou, por meio de um vídeo, uma situação na qual passou com o filho autista ao tentar entrar em um micro-ônibus do transporte alternativo de Manaus que atende a zona Leste de Manaus. Segundo a mãe, ela e o filho foram humilhados pelos responsáveis pelo micro.

Andressa fez o vídeo ao chegar em casa e nele, ela falou sobre o que havia ocorrido. Segundo ela, ao apresentar a carteira de passe livro do filho, o motorista ordenou que ele entrasse pela porta traseira do coletivo. “Eu fui xingada, fui humilhada. Eu disse não, vou passar pela porta da frente, mas eles disseram que se eu quisesse entrar na lotação era para entrar pela porta traseira”, relatou a mãe, aos prantos.

Após falar sobre a situação, a mulher desabafou: “Eu não vou aceitar ser humilhada com meu filho. Eu falo por mães que passam por esse tipo de constrangimento nesses transportes alternativos. Peço para o IMMU, o prefeito de Manaus, que possa olhar nossa situação”.

Representando a Prefeitura de Manaus, o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), emitiu uma nota reiterando que os usuários que possuem Cartão Cidadão PcD têm direito de ingressar gratuitamente nos modais convencional ou alternativo. O instituto disse ainda que irá tomar as providências cabíveis para punir os responsáveis pelo incidente. “Reforçamos que, para garantir este direito, é necessária a colaboração dos usuários de transporte, para que denunciem operadores que agem com desrespeito, pelo Disk Transporte 118”, detalha a nota.

Leia Também