Prefeitura lança ‘Plano Safra de Manaus’ com investimento de R$ 14 milhões

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Para fomentar o setor primário do município, o prefeito de Manaus, David Almeida, lançou nesta quinta-feira, 5, o 1º Plano Safra Manaus, programa voltado à qualificação agrícola que irá injetar mais de R$ 14 milhões em investimento para os produtores rurais da capital amazonense. O evento de lançamento ocorreu no shopping Phelippe Daou, no bairro Jorge Teixeira, zona Leste.

“Antes o produtor rural não era visto ou só era visto na época das eleições, mas hoje eu tenho orgulho em dizer que em sete meses de gestão já fizemos mais do que muitos fizeram no mandato inteiro. Eu estou me esforçando para dar melhor qualidade de vida para vocês, produtores rurais, para levar iluminação a LED para a zona rural, levar asfalto aos ramais, para dar condições de vocês produzirem, e iremos ainda comprar a produção de vocês”, destacou o prefeito.

Conforme David, os investimentos do projeto serão da ordem de R$ 5 milhões, por parte da prefeitura, R$ 5 milhões oriundos do governo do Estado e R$ 4 milhões do governo federal.

O Plano Safra Manaus tem como base a lei n° 8.171/1991, que dispõe sobre a qualidade agrícola nacional. O programa é um instrumento de gestão pública, que irá unificar e favorecer o planejamento de políticas voltadas para o setor primário, tendo como principal objetivo promover ações buscando o incentivo da produção agropecuária municipal e a melhoria da qualidade do solo, gerando emprego e renda no campo.

Os recursos do Plano Safra Manaus serão destinados ao fomento do setor, por meio do programa “Produz + Manaus”, com destaque para a aquisição de sementes, mudas e insumos agrícolas, além do fomento à mecanização agrícola, instalação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), fortalecimento da assistência técnica e extensão rural, apoio ao escoamento da produção e adesão ao Programa de Aquisição de Alimentos, com incentivos do governo federal.

Os investimento serão por parte da prefeitura, governo do Estado e governo federal – Foto: Divulgação/ Semcom

O titular da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), Renato Júnior, destacou os investimentos realizados no Plano Safra, e a importância dos mesmos para os produtores rurais, que desde o início da gestão tem recebido uma atenção única e inovadora.

“O Plano Safra é um marco histórico para cidade de Manaus, uma atenção para produção rural que antes não havia sido dada. Anunciamos também que o Programa de Aquisição de Alimentos Municipal, o PAA, já está em Brasília tramitando, e com certeza ainda este ano receberemos R$ 4 milhões do governo federal para o PAA. Estamos recebendo R$ 5 milhões do governo do Estado, para o custeio de sementes, mudas e outras ações direcionadas para o campo. Vale destacar que a prefeitura, até a gestão passada, não tinha o cadastro dos produtores rurais, mas iniciamos os cadastros este ano, que apesar de ser uma tarefa difícil, até o fim do ano todos estarão cadastrados junto à Semacc”, explicou Renato.

Ele também salientou a importância de proporcionar a possibilidade do produtor rural manter a cultura da produção familiar, sem que seja necessário a migração para a zona urbana do município.

“A cidade de Manaus está dando o primeiro passo, está desbravando, naquilo que, sem sombra de dúvida, é o mais importante na cidade de Manaus, a produção rural. Tudo vem da terra, tudo vem da produção. Tem muita coisa que envolve a produção rural. Se o produtor produz para família, com filho, com neto, com sobrinho, com cunhado, com sogra, na propriedade, ele não vem para a cidade buscar uma vaga de emprego. É por isso que a gente precisa melhorar a situação do produtor rural”, destacou Júnior.

Durante o evento, também foi realizada a assinatura do Termo de Cooperação Técnica entre a Prefeitura de Manaus, por meio da Semacc, a Secretaria de Produção Rural do Amazonas (Sepror) e o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Estado do Amazonas (Idam).

Leia Também