Caprichoso representa cultura do Norte na reinauguração do Museu do Ipiranga, em São Paulo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O Parque do Ipiranga, em São Paulo, recebeu na noite desta quarta-feira (7) o Boi Caprichoso, como parte da programação do Bicentenário da Independência do Brasil e reinauguração do Museu do Ipiranga, após nove anos fechado. Estiveram presentes o tripa Alexandre Azevedo; a cunhã-poranga Marciele Albuquerque; a porta-estandarte Marcela Marialva; a sinhazinha Valentina Cid e o levantador de toadas Patrick Araújo.

O coordenador da comitiva do Boi Caprichoso, Edwan Oliveira, afirmou que todo um cenário foi preparado para envolver artistas de todo o Brasil e o Caprichoso é a representatividade da cultura do Norte, ao lado da cantora Fafá de Belém. A toada “Navegantes do Folclore” foi tocada junto com a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.

O levantador de toadas Patrick Araújo se disse muito feliz em participar desse momento. “Cada vez mais o festival de Parintins e os artistas da dança, da música, das artes plásticas e de todos os setores ganham maior visibilidade e a gente aproveita para falar mais da nossa festa, realizada no coração da floresta amazônica”, comentou.

A programação da reinauguração do Museu do Ipiranga e do Bicentenário da Independência segue até o dia 11 de setembro e reunirá grandes artistas do Brasil inteiro. Além do Boi Caprichoso e Fafá de Belém, estarão no palco do parque do Ipiranga, Gaby Amarantos, Maestro João Carlos Martins, Vanessa da Mata, Mateus Carrilho, Luiz Carlos Sá, Margarete Menezes, Juliette, Leandro Lehart, Johnny, Hooker, Geraldo Azevedo, Criolo, Silva, Gabriel Sater, Melin, Daniel entre outros grandes artistas do cenário nacional. A programação será transmitida para todo o Brasil pela TV Cultura e na plataforma Cultura em Casa.

Leia Também