Cadela morre após ser estupra por dois dias

Facebook
Twitter
WhatsApp

Uma cadela morreu após passar dois dias sendo estuprada. O caso aconteceu no bairro Marajoara II em Xinguara, no sul do Pará e a dona do animal, Maria de Lourdes, acusa o vizinho dela de ter cometido o crime de zoofilia.

ADVERTISEMENT

A denunciante viralizou na internet neste sábado (4), após registrar o animal deitado gemendo de dor. “Olha gente, a minha cachorra foi estuprada por um vagabundo aqui perto de casa”, disse a dona do animal em um vídeo compartilhado na internet. Um outro vizinho da tutora do animal foi quem flagrou o crime, ele filmou e mostrou para Lourdes, e a orientou a procurar a polícia.

Na web, também circula imagens do cão se debatendo momentos antes de ser deixado, já morto, em frente à casa do suspeito.

De acordo com o 17° Batalhão de Polícia Militar (17° BPM), eles foram até a casa do suspeito, que se recusou a sair do imóvel.

A Polícia Civil do Pará se manifestou em nota e disse que “o caso é investigado pela delegacia do município de Xinguara. Diligências estão sendo realizadas para localizar o envolvido no crime, que já foi identificado”. Ainda segundo a PC, informações que auxiliem nas investigações podem ser repassadas via Disque-Denúncia, número 181. O sigilo é garantido.

Foto e vídeo: Reprodução

Leia Também

plugins premium WordPress
error: Conteúdo protegido contra cópia!