Cabo da PM de Manaus é encontrada morta em casa após brigar com oficial superior

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A cabo da Polícia Militar Gelma Ferreira dos Santos, de 33 anos, foi encontrada morta com um tiro de pistola calibre .40 na cabeça, na tarde desta quinta-feira (3). O caso ocorreu na casa dela, no bairro Santa Etelvina, Zona Norte, e a suspeita é que ela tirou a própria vida após uma briga no local de trabalho.

A morte pegou amigos e a família de surpresa. Antes de ser encontrada morta, Gelma teria saído do quartel e dito ao seu superior que depois só encontrariam o cadáver dela.

A policial teria voltado do Centro de Treinamento de Tiro Policial (CTTP), onde trabalhava, se trancou na residência que morava sozinha e disparou o tiro.

Gelma estava passando por problemas disciplinares no CTTP, correndo o risco de ser desligada da unidade. Nesta quinta, ela teria discutido com o comandante, que teria decidido transferi-la para outro local, a fazendo tomar a atitude.

Não foi informado se ela possuía problemas psicológicos. Em nota, a Polícia Militar do Amazonas lamentou a morte. Nas redes sociais, colegas de farda e amigos disseram que a PM era muito querida, educada, gentil e gostava de cantar.

Veja na íntegra:

“É com grande pesar e consternação que a Polícia Militar do Amazonas, informa o falecimento da CB PM GELMA FERREIRA DOS SANTOS (SI/PMAM N° 22515) 33 anos, no dia de hoje (03/11/2022 – Quinta-feira), na sua residência.

Ocorrência que está sendo atendida pela equipe do Serviço Social da PMAM.

A Polícia Militar se solidariza com os familiares e amigos, pedindo conforto a seus corações e forças para transformar a dor da perda em esperança.

Transmitimos nossos mais profundos sentimentos.

Polícia Militar do Amazonas, Servir e Proteger!”

 

Leia Também