Policial militar mata cachorro a tiros

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

BRASIL| Na manhã de quinta-feira (24), um policial militar matou o cachorro de estimação de uma família a tiros na região de Venda Nova, em Belo Horizonte.

O militar alegou que o cão investiu contra ele e a cadela dele de maneira agressiva, mas o dono do animal e pessoas que presenciaram a confusão negam. Yankee, como o cãozinho era chamado, estava com os tutores havia 11 anos.

Alberto saiu atrás de Yankee e, depois de segui-lo por cerca de 20 minutos, encontrou um homem, no sentido contrário, também acompanhado de um cachorro.

“Os dois cachorros se estranharam, rosnaram um para o outro. Eu estava a uns 40 metros de distância quando o rapaz sacou a arma e deu um tiro no meu cachorro. Ele caiu no chão, e o rapaz ainda deu outro tiro. Eu falei: ‘Você é louco, você matou meu cachorro’. Ele me chamou de irresponsável, disse que ia chamar a viatura e que eu tinha sorte de ele não dar um tiro na minha cara”, contou.

A situação causou revolta e muitas pessoas começaram a xingar o homem armado, que, depois, disse ser policial militar. Ele estava de folga.

A PM foi acionada e, de acordo com o boletim de ocorrência, o policial foi apontado como autor por dano, e Alberto, também como autor, por omissão de cautela na guarda de animais.

Leia Também