PM mandou áudio antes de matar toda a família dizendo que não conseguia se separar; ouça

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Um áudio explicando os motivos de sua decisão foi enviado pelo policial militar Fabiano Junior Garcia, que matou os filhos, a esposa, a enteada, a mãe, um irmãos e outras duas pessoas desconhecidas. Os assassinatos aconteceram na madrugada desta sexta-feira (15), em Toledo e Céu Azul, no Paraná. Conforme as palavras do PM, ele não aceitava o fim do relacionamento com a esposa, Kassilane.

“Família, me desculpa, mas não conseguiria viver mais sem a Kassiele. Ela não estava mais se importando pelo jeito que iria lidar com ela, se eu iria dar atenção, ou não. Deu a entender que não daria mais atenção pra mim”, inicia o áudio. Ele está agitado e falando alto.

Após a sequência de assassinatos, ele tirou a própria vida, em Toledo. Na outra cidade, matou os dois filhos.

O coronel Hudson Leôncio Teixeira, comandante-geral da PMPR, confirmou os áudios e o que poderia ser uma motivação para os assassinatos. O PM não queria se separar, teve depressão, estava viciado em jogo e vivia endividado.

“Ele mandou áudios para família e amigos explicando a situação. Deu a entender, como um fator de motivação, que ele não estava aceitando a separação”, explicou.

De acordo com o comando da PM, o policial militar nunca tinha feito nada ilícito antes. “Era um excelente policial, como me disseram. Falei com o comandante direto dele. A função que ele exercia, motorista do oficial de serviço, é uma missão de confiança, os melhores policiais são escolhidos”, completou.

“Família, me desculpa, me desculpa, me desculpa, mas eu não ia conseguir viver sem a Kassiele.
Me desculpa. Ela já não estava mais suportando muito o jeito que eu lidava com ela, não estava mais suportando se eu ia dar atenção pra ela ou não. E ela deixou a entender que ela não fazia questão de continuar comigo. Então, se é assim, como eu me dediquei toda a minha vida pra ela e eu dediquei de todo coração mesmo, eu desisti de pensar em qualquer outra pessoa, de pensar em pular a cerca ou qualquer coisa, pra poder dar atenção, dar valor pra ela, eu entrei em um momento de depressão, entrei nesse maldito desse jogo, para mim maior válvula de escape para a depressão e me distanciei dela. E ela se acostumou com isso. E daí agora ela disse que tanto faz, então se pra ela tanto faz, ela não quis mais ficar comigo, ela falou que possivelmente ia separar, não iria ficar comigo do jeito que eu sou, que eu sou com as coisas do meu jeito e tal, então se é assim, eu já estava querendo fazer isso mesmo, porque eu já não consigo conviver com a situação da minha mãe lá com o problema lá, eu vivo financeiramente f*…” 
são as palavras de Fabiano durante o áudio.

Leia Também