Pastora é denunciada por cobrar por orações e vagas em culto

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Uma fiel chegou a afirmar que tinha sido cobrada em R$100 para assistir ao culto da pastora

Uma pastora da Igreja Petencostal Tempo de Milagre está sendo acusada de pedir dinheiros dos fies em troca de orações e por cobrar vagas em cultos. A pastora, identificada como Renalida Carvalho se defendeu dizendo que o dinheiro recebido são para “obra Deus”.

Renalida foi denunciada pelo também pastor, Anderson Silva. Segundo ele, a pastora cobrava pelas orações. Em um vídeo compartilhado por ele, ela aparece falando com os fies sobre pagamento de voto. “Deus abençoe a todos. Faça agora o seu voto. Pague seu voto agora em nome de Jesus. Você que vai ver depois, também seja abençoado e pague seu voto”, dizia ela.

Após a divulgação do vídeo, uma seguidora relembrou que uma vez teve vontade de participar do culta com a pastora, mas desistiu ao ser cobrada. “Uma vez eu queria ir no culto dela e me cobraram R$ 70 um dia e R$ 100 os dois dias. Não fui nem um nem outro. Pra ouvir a palavra de Deus ou pra falar com Ele, até dentro da minha própria casa eu busco”.

Depois que o assunto ganhou espaço nas redes sociais, a pastora se posicionou por meio de nota. Nela, por meio dos advogados, Renalida se defendeu e disse que não é nenhuma estelionatária.

“Pastora Renalida jamais se utilizou da fé e da crença religiosa do indivíduo para enganar outrem e auferir qualquer vantagem patrimonial”, diz trecho do posicionamento.

Os advogados afirmaram ainda que toda doação recebida pela religiosa é “convertida para a obra de Deus, não estando ninguém obrigado a doar”. “Lembramos que nada há que possa macular a conduta da pastora Renalida ao longo desses quase 20 anos de compromisso com a Igreja de Cristo”.

Leia Também